O blog

O blog surgiu da necessidade de fazer história com cada pedaço de sonho, de amor, de paixão e qualquer sentimento que um dia eu já chamei de meu. Cada linha é uma mistura de inspiração, criatividade e nostalgia. Cada texto é uma vida diferente, é um universo novo, é um sentimento recém descoberto, é a insistência de criar o novo sempre que quiser 

Aqui existem lágrimas sorrateiras e sorrisos repentinos, e em cada texto, crônica, e romance solto por todas essas camadas de mim que flutuam por aqui, me perco pela possibilidade de me eternizar no tempo, de compartilhar todas as minhas identidades. 

Eu sou um verbo solto, e o blog permite que o vento leve para longe todos os meus outonos, primaveras e invernos. Sou uma aspirante a escritora que nunca se imaginou longe da escrita, das palavras, da leveza de todas as metáforas improvisadas. Esse blog é a construção de todas às vezes em que parecia inconcebível ficar, mas que era igualmente impossível me ver indo embora, e esse foi o jeito que eu encontrei de sair de fininho pelas portas do fundo, sem causar alvoroço ou consequências, o meu jeito de ficar. 

Aqui é um cantinho para desabar e se construir sempre que possível, para criar e recriar, para desacreditar e acreditar. Aqui não é só eu, o que acho inacreditável, aqui somos nós, somos todos. 

Um blog feito para quem sente demais, sente sem querer, se apega fácil, pensa em cada consequência, e gosta de amar pela simples necessidade de amar, sem nada em troca. Somos fotografias que tiramos na estação de trem, dentro do ônibus, na frente do espelho. Somos sorrisos que não se apagam facilmente, somos distrações abstratas de um mundo desconhecido, somos cantores sem vocação apaixonados por imitar. Somos ativistas que lutam por causas que podem transformar. Aqui somos quem queremos ser, sem preconceito e sem julgamento. 

A única certeza que tenho é que esse blog é tudo o que eu sempre quis ser: livre. Sei que ele ainda não é reconhecido como outros incríveis que existem espalhados, mas ele é uma parte de mim que transformei em sonho, e que um dia ainda será parte do sonho de tanta gente.