E eu realmente gosto de você

01 março 2019

Gosto da gente juntos, gosto de sentir a sua respiração na minha pele e a sua mão segurando a minha de um jeito que me faz ter a certeza de que continuaremos juntos, não importa quantas tempestades eu faça dentro de um copo d’água ou quantas vezes você admita que ainda tem medo de eu te deixar, porque quando se trata da gente, parece não existir motivo algum capaz de me fazer ir embora. 

Gosto de acordar do seu lado quando o dia ainda nem amanheceu. Gosto da maneira como você me olha mesmo quando estou usando uma daquelas suas camisetas que ficam largas demais em mim. Gosto de quando você finge não estar com ciúmes, mas deixa transparecer no seu olhar, apesar de todas as suas tentativas de não demonstrar. 

Gosto de beijar a sua testa pela milionésima vez só pra te fazer entender que não pretendo estar em nenhum outro lugar que não seja ao seu lado, porque não existe porto seguro melhor do que dentro de um daqueles seus abraços. Gosto de ouvir as suas histórias de infância como se você tivesse fugido pra uma aventura sem pedir permissão, porque elas acabam se tornando as minhas histórias favoritas. 

Gosto de ouvir a sua risada repentina, porque ela parece mais perfeita do que a nona sinfonia de Beethoven, mas o melhor ainda é quando os seus risos se misturam aos meus, é quando tenho a sensação de que não existe nada tão mágico do que aqueles momentos em que acabo me entregando de corpo e alma, e cê nem pensa duas vezes antes de fazer o mesmo. Gosto de ouvir as suas declarações sussurradas no meu ouvido até todo o meu peito se arrepiar, e gosto principalmente de quando juntamos os nossos corpos num emaranhado de pernas e braços, e ficamos ali, amando em silêncio, porque eu realmente gosto da gente juntos, gosto que seja eu e você a noite, em uma tarde de tédio, em uma manhã repleta de sono, não importa, contando que seja eu e você. 

0 comentários:

Postar um comentário