Diálogo #4 Eu ainda penso em nós

16 janeiro 2019

- Ontem fez exatamente um ano que terminamos - eu disse.
- Achei que você já tivesse superado. 
- Mas eu superei - menti.
- Então porque falou isso depois de tanto tempo? 
- Ah, sei lá. Algumas vezes é impossível esquecer uma história como a que eu e ele tivemos. 
- Ele não te ligou mais? 
- Ligou. 
- E você não atendeu?
- Claro que não - disse.
- Qual o problema de atender? Talvez ele tenha alguma coisa para falar. 
- Não sei se gostaria de ouvir. 
- Você tem medo? 
- Medo? 
- É, de se arrepender de alguma escolha que tenha feito no passado. 
- Dar um tempo era a única escolha que eu tinha. 
- Tem certeza? 
- Às vezes eu acho que foi melhor assim, sabe. Não estava dando certo. 
- E se você tentasse de novo, só que agora. 
- Agora? - eu ri. - Até parece que ele iria querer. 
- E você? Não? 
- Sinceramente, não sei. Mudei meus objetivos, mudei tantas coisas...
- Menos ele da sua cabeça, não é? 
- Quer saber a verdade? Ainda penso nele, às vezes, quando não tenho nada para fazer.
- Fala isso pra ele, então. 
- Quando ele ligar?
- Pode ser. 
- Acho que não tenho coragem. 
- Que tal tentar da próxima vez? 
- E eu falo o quê? 
- Tudo o que você sente. Ainda sente. 
- Nem sei mais o que sinto. Não quero me decepcionar de novo. 
- Você nunca vai saber se não tentar. 
- Mesmo correndo o risco de levar um não?
- Se fosse pra isso acontecer, ele não teria seu número salvo. 
- É, mas...
- Não fica colocando barreiras ou inventando desculpas. 
- Estou adiando o que eu quero fazer. 
- Não precisa disso, porque você ainda pensa nele. 
  Eu sorrio. 
- É, talvez eu ainda pense. 

2 comentários:

  1. Que dom lindo você tem para escrever. Parabéns!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Kaila, obrigada pelo carinho, essas palavras sempre me motivam <3

      Excluir