Porque não conversamos mais uma vez sobre a gente?

25 julho 2018

Nos conhecemos a pouco mais de, sei lá, quase um ano juntos né, e dá para imaginar quantas histórias, momentos e lembranças construímos juntos? Todos os dias parece que cada pedacinho do que nos tornamos continua agarrado a mim de um jeito que é impossível diminuir ou afrouxar o nó,  porque eu aprendi a gostar de você, das suas manias, das suas indecências, gostei de esbarrar na sua intimidade, de conhecer um pouco dos seus desejos, sonhos e fraquezas, e agora tudo de mim só gostaria de continuar ocupando um espaço aí do seu lado. 

Mas não dá, e eu me convenci disso no mesmo instante em que percebi que essa nossa história não estava mais dando certo, embora todo meu lado imprevisível repetisse inúmeras vezes que uma chance a mais não mataria ninguém, mas o que ninguém sabia é que todas as nossas tentativas de arrumar a bagunça, os mal entendidos, as discussões que nunca terminavam com um pedido de desculpa, parece que tudo contribuiu para me desgastar um pouco mais, para aumentar todo esse intervalo que existe entre nós. 

Não queria precisar me desapegar do passado, muito menos de cada parte que envolva você, das nossas viagens juntos, das idas e vindas aos seus restaurantes favoritos, das loucuras que compartilhamos um com o outro, dos momentos em que você me deu coragem para fazer o que nunca fui determinada o suficiente para fazer sozinha, como pular de asa delta e experimentar aquelas comidas que nunca ouvi falar. 

Parece que fui eu que abri mão de nós, mas eu apenas abri espaço para colocar a cabeça no lugar, para poder voltar ao eixo e tocar o chão novamente, porque assim parece ser mais fácil acreditar e me convencer de que foi melhor desse jeito: cada um no seu canto. Talvez eu vá sentir falta, talvez eu queira, por um segundo, desfazer a confusão que ficou, de tentar mais uma vez só para ter certeza que não era para ser, de te mandar uma mensagem perguntando se não dá para voltar atrás e conversar só mais uma vez sobre a gente, mesmo que seja uma conversa silenciosa em um bar, bebendo uma bebida gelada enquanto esperamos os aperitivos, mas é claro que não dá, porque não era para ser. 

2 comentários:

  1. Lindo texto! Você escreve muito bem. Também AMO escrever, parece que alivia a alma, né? Vou acompanhar seu Blog! <33
    Beijos,
    #fiquerosa

    Fique Rosa | Meu Canal YT

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiee Renata, fico feliz de vê-la por aqui. Muito obrigado pelas palavras, escrever é uma paixão, e sempre que coloco as palavras do papel, parece que a alma esvazia por completo.
      Seja sempre bem vinda <3

      Excluir