Eu não deveria te querer tanto, mas quero

06 outubro 2017

É, eu sou cheia de certezas, da cabeça aos pés eu sou repleta de todas as convicções possíveis, sei o que quero e quando quero, sem delongas, sem pensar duas vezes, sem voltar atrás. Gosto de ter o controle de tudo o que possa me deixar dependente, porque é mais fácil do que correr riscos, certo? Não sentir é bem melhor do que acabar com um coração partido, e eu sei que assim a minha cabeça continua no lugar e não vou precisar arrumar a bagunça que fica demais que o mundo der as suas voltas e me deixar sem chão.

Eu sempre odiei entrar em joguinhos, não suporto ter a ideia de não possuir uma lista com todas as regras, odeio quando o lugar ainda é desconhecido e parece que eu tô entrando em um campo minado, porque assim o risco de pisar em um lugar errado é maior, a possibilidade de quebrar alguma parte do corpo é maior, principalmente quando é o coração que está servindo de aposta. 

Mas o engraçado é que minhas certezas mudaram facilmente para uma baita insegurança quando você apareceu sem querer na minha vida, cê desabilitou toda essa fortaleza que existia em mim, e foi logo de primeira. Eu já senti que toda a minha resistia não poderia me manter longe do seu sorriso de canto e nem daquele seu jeito tímido que me conquistou com tanta rapidez. Foi nesse momento em que eu me senti perdida em uma galáxia totalmente diferente, onde só existia você e todas as coisas que eu já imaginava para nós, mesmo sendo tão incerto.  

Eu tive um medo horrível de dar certo, porque eu não sabia como seria a gente juntos. Depois de uma conversa rápida, de uma troca de mensagens que me fizeram perceber que eu precisava entrar de cabeça nessa loucura de estar com você de vez, eu finalmente me rendi, porque você conseguiu me desarmar inteira. E ao invés de me sentir tão indefesa como imaginei, eu voltei a ter todas as certezas na ponta da língua: eu te queria.

E você me quis de volta também, nem precisou dizer isso naquele nosso primeiro encontro, porque tudo em você parecia gritar o quanto me queria, com a mesma intensidade que a minha mente te imaginava dividindo a sua vida comigo, se entregando sem qualquer restrição. É um sentimento que começou rápido e que me pegou de surpresa, que me fez mudar as minhas convicções e reformular todas as minhas certezas, e agora, tudo o que eu quero, sem delongas, sem pensar duas vezes e sem voltar atrás, é você. 

0 comentários:

Postar um comentário