Você não sabe o quanto te perder me machucou

15 dezembro 2016

Dizer que tá sendo fácil quando na verdade nunca será, é uma das piores mentiras que já contei. Eu nunca imaginei que a sua ida fosse deixar o meu coração em tantos pedaços pequenos, porque agora parece impossível arrumar a bagunça novamente e juntar todos os cacos outra vez, mas aconteceu de um jeito tão inesperado que ainda não caiu a ficha de que aquele papo de "para sempre" nunca mais fará parte da nossa realidade, até porque agora não existe mais "nós", e tudo o que um dia já foi nosso, hoje não é tão mais importante assim. 

Eu tô me lembrando de todas às vezes em que errei, e depois você me perdoou como se eu merecesse uma segunda chance quando eu deveria ter valorizado a primeira. Errei porque eu sabia que você estaria no dia seguinte me esperando, cê sempre voltava depois de uma briga. Eu não fazia questão de correr atrás porque cê não pensava duas vezes em aparecer aqui na porta de casa, até o dia em que você nunca mais voltou e eu nunca mais te vi, porque você cansou do meu jeito, da minha mania de te tratar como segunda opção, desistiu das vezes em que eu coloquei toda a relação nas suas costas e não demonstrei nenhum sentimento, guardei tudo no peito como se no dia seguinte eu pudesse ter uma outra chance de fazer diferente. 

Mas não teve. Você seguiu a vida e buscou novos amores, foi atrás de novas histórias, e colocou um ponto final no nosso capítulo, ou melhor, queimou todas as páginas do nosso livro, e mesmo assim, eu ainda não consigo te culpar, porque sei que a culpa nunca foi sua. Sei que você quis me dar todos os motivos do mundo pra sorrir, mas eu estava sempre tão cansado pra me preocupar com isso, e com todas as suas atitudes - até mesmo aquelas mais simples - que elas acabaram passando despercebidas por mim. Deveria ter arrumado menos desculpas pra estarmos juntos do que colocar tantos problemas na frente do nosso relacionamento, mas acabei te afastando sem querer, sem perceber que minhas ações te deixavam ainda mais longe de mim. 

Deveria ter dado mais importância a toda atenção que você me dava ao invés de ter pedido tanto pra você ir embora porque eu estava em um daqueles dias em que se prefere estar sozinho, e pensar que agora tudo o que preciso é da sua presença e do seu corpo ao meu lado. Só quando eu te fiz desistir da gente, é que aprendi que talvez eu mereça uma vida feliz, mas eu já tenho uma vida e ela apenas se tornou feliz quando você apareceu nela, mas se um dia você pedir, eu volto. Volto correndo. Volto em uma madrugada fria, em um dia quente de verão, volto depois que sair do serviço, volto embaixo de uma garoa, volto até mesmo segurando um guarda-chuva. 

Mas eu só volto pra te fazer feliz, pra te manter nos meus braços por um bom tempo até você estar totalmente protegida. Volto pra dizer que amo o seu cabelo do jeito que é, volto pra dizer que amo te ver vestida de azul porque é a cor que fica perfeita no seu corpo e pra dizer que todas as outras te deixam ainda mais linda. Volto pra segurar a sua mão e nunca mais soltar, volto pra dizer quantas vezes quiser que eu te amo, volto pra ouvir as batidas do seu coração no meio de um silêncio, volto pra chorar contigo e volto porque não sei como imaginar um futuro com você longe, não quando te quero perto de mim. 

0 comentários:

Postar um comentário