Não seja forte o tempo todo

13 dezembro 2016

Recentemente aprendi a parar de esconder minhas emoções. Descobri que não é vergonhoso mostrar aos outros que nem sempre eu estou bem. É totalmente normal sorrir hoje e chorar amanhã. Aprendi a mostrar as pessoas que dia ou outro eu fico triste, com ou sem motivo aparente e que isso faz parte da vida. Deixei de me achar fraca por chorar na frente de alguém, não somos de ferro lembra?

Um dia me perguntaram por que eu era assim, ora estava bem, ora estava mal, porque eu era tão inconstante e a resposta foi clara: eu sou humana, carrego dores, amores, alegrias e tristezas dentro de mim, não tenho a possibilidade de ser feliz 100% do tempo. É muito fácil posar sorrindo para uma foto, mas e a realidade? Tá bem assim como você anda divulgando? É muito fácil abrir a boca e declamar o mesmo discurso da vida maravilhosa que você (não) tem.

Todas as pessoas que querem mostrar demais que estão inabalavelmente felizes, aos meus olhos, são as mais miseráveis. São aquelas que tentam se convencer da própria felicidade. Como se dizer a si mesmo "eu sou muito feliz" fosse mudar alguma coisa. *

A gente anda divulgando uma falsa alegria só pra ganhar curtida e pra quê que serve tudo isso? Falo isso tanto pra mim quanto pra você. É preciso deixar doer, e não ache que sou louca por isso, mas é que não faz sentido construir uma nova vida sem destruir a anterior. Não digo que você tem que viver se lastimando, apenas quero que você não seja forte o tempo todo. Quero que eu, você, todos nós passássemos a enxergar as angústias que ainda carregamos e não simplesmente a ignorássemos como fazemos quase sempre.

Se permita chorar por alguns longos minutos, prometo que no fundo isso vai te fazer bem. Deixe que seu coração e a sua alma sintam a dor necessária para voltar a vida. Porque no fim das contas, assim como nós provocamos os nossos problemas, nós conseguimos resolvê-los, tudo é questão de tempo. Precisamos parar de fingir que somos fortes o tempo todo, as pessoas se acostumam com isso e muitas vezes acabam por se esquecer que ainda temos um coração pulsando aqui dentro.

Ajuda extra para aqueles que acham que estão na merda sozinhos! 
*trecho retirado do livro Não se apega, não.

Concorda comigo? Tem algo a acrescentar? Conta ai embaixo!

- Victória Dantas
Me acompanha nas redes sociais:

2 comentários:

  1. Vi, que texto maravilhoso, sua reflexão foi muito profunda. Hoje em dia as pessoas tentam tanto esconder as suas dores, as suas lágrimas, as suas fraquezas que isso apenas as consome ainda mais, como você mesmo disse, somos humanos, e não somos feitos de ferro, porque aqui dentro tem um coração que bate, que sente, que chora, que sorri. A vida tem lá seus altos e baixos. Parabéns pelo texto <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente precisa começar a encarar a vida como de fato ela é, deixar sangrar pra poder sarar. E seguir em frente depois. Obrigada por esse comentário tão lindo <3

      Excluir