Não me apaixonei por qualquer garota

15 novembro 2016

Nunca fui o tipo de cara que as garotas da minha idade queriam que eu fosse, sempre achei que não houvesse necessidade de mudar. Mudança? Lamento, mas não é comigo. Muitas delas insistiram, e não dei o braço a torcer, me fiz de indiferente tantas vezes que todas desistiram de mim. Nessa tentativa de mostrar que eu era de pedra, magoei alguns corações e quebrei algumas outras expectativas.

Mas teve um dia em que eu fiquei muito doente e achei que fosse morrer, aqueles sintomas pareciam o fim do mundo, sabe? Senti como se a alma estivesse saindo do corpo toda vez em que imaginava o que poderia acontecer depois. Tive esperança de que melhoria, que o tempo seria o meu remédio, que tentar fingir que eu estava bem funcionaria uma hora ou outra, mas já era tarde, eu acabei me apaixonando sem querer. 

Mas não foi por qualquer garota. Foi um tipo raro de mulher, dessas que não se encontram em uma noite qualquer de sexta-feira. Ela é dessas que aparecem de vez em quando, mas que não permanecem por tempo o suficiente, porque vão embora quando você menos esperar, e de repente você sê com medo de qualquer possibilidade de despedida, porque quando uma garota dessas aparece no seu caminho, você passa a entender que qualquer erro que cometer pode perdê-la, que não se pode arriscar esquecê-la, porque de um jeito ou de outro, essa garota é inesquecível. 

Ela não pensou em fazer uma lista com as coisas que eu precisava mudar, porque só essa garota foi capaz de me enxergar de verdade, não só por cima da roupa do corpo, porque ela viu o meu interior, me viu tão fundo que fiquei com medo da reação dela, do que poderia encontrar dentro de mim. Não exigiu mudanças, mas foi tão natural a maneira como ela me mostrou que eu poderia ser o melhor cara que ela já conheceu que eu acabei mudando, e gostei do jeito em que ela me virou tantas vezes do avesso, porque foi assim que descobri o meu melhor lado. E essa garota escolheu ficar. Eu fiz ela ficar quando nenhuma outra quis assumir a responsabilidade, e ela não se importou se eu daria dor de cabeça com o meu jeito teimoso, não pensou em corrigir os meus defeitos, porque parece que ela amou cada um deles, e eu acabei me apaixonando, mas não foi por qualquer garota. 

2 comentários:

  1. Olá.
    Que texto maravilhoso.
    Amei demais. Não precismos encontrar quem nos mude mas, sim aquela pessoa que pode usufruir da nossa felicidade junto.
    Beijocas.

    meumundosecreto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vanessa, que comentário mais incrível e inspirador.
      Precisamos de alguém que nos compreenda e que nos faça se sentir inteiros e completos. Volte mais vezes aqui, será muito bem vinda <3
      Beijinhos.

      Excluir