Cuidado, é só carência

23 outubro 2016

Acredite em mim, isso vai passar. Talvez não hoje, e nem amanhã, e muito menos nas próximas semanas, mas uma hora, quando você menos esperar, esse coração tão carregado de tantas expectativas que nunca foram levadas a sério, não será mais um problema, porque até lá você vai aprender que não mandamos nos sentimentos, que não podemos simplesmente desligar e fugir. 

Não importa o quanto você diga a si mesma que não vai mais amar, não depois de todos os foras que levou quando começou a achar que finalmente daria certo, não depois de ter se arrependido tantas vezes daquelas segundas chances que deu quando tudo o que deveria ter dito era um adeus. Não importa quais as mentiras que você conta a si mesma para diminuir a falta de alguém que não está mais presente, de vez em quando vai bater uma saudade tão insana no peito que você vai achar que é o fim do mundo, mas isso também vai passar. 

Aquela falta do tamanho do universo vai te consumir uma hora dessas. A gente é assim, é feito de metades que precisam ser preenchidas, a questão é com o que iremos completar essa parte que existe em nós, porque eu conheço muita gente que já quebrou a cara com escolhas erradas e mal feitas, decisões que fora tomadas nas piores horas só para curarem uma ferida que o tempo estava encarregado de curar, mas você teve medo de continuar com os pedaços remendados do coração aí dentro do peito. 

É, eu entendo, e acredite, nenhuma falta dura para sempre. Sabe aquela famosa frase que diz que estar carente é a mesma que ir ao supermercado com fome, qualquer porcaria serve? Então, é assim que você faz quando acha que qualquer idiota vai diminuir essa ansiedade que só cresce, é essa carência que vai te fazer imaginar um príncipe encantado onde não existe ninguém que mereça realmente o seu tempo. 

Você vai se machucar ainda mais se permitir que seu coração seja invadido um tanto de vezes sempre que acreditar que achou a pessoa certa, porque essa definição de "certo" não faz sentido, é o seu coração que manda e é dono de todos os esquemas, e não o contrário, também não precisa agir como se o amor não fosse para você. Não é todo mundo que está disposto a amar na mesma intensidade que você, então aprende que nem todo sentimento é reciproco. 

Cuidado, às vezes é só carência. 

2 comentários:

  1. Luana,
    realmente nos momentos de carência nós ficamos mais vulneráveis e as chances de meter os pés pelas mãos aumentam muito. O melhor a fazer é se amar. Cuide do cabelo, da pele, vá ao cinema, se encha de amor. Porque o amor próprio nos ilumina!
    bjs
    Jéssica
    www.sonhandocommapas.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jéssica,
      Concordo contigo, o melhor mesmo é tentar ver em si mesmo qualidades, tentar mudar os defeitos, arrumar um emprego que faça você amar sua profissão, se descobrir na arte, em um livro, em uma série. A gente tem que aprender que tudo o que precisamos está em nós, não importa o momento que enfrentamos, o melhor é enxergar a vida de outra maneira, nos ver de outra maneira. Beijos.

      Excluir