Eu admiro o que te faz ser assim, do jeito que você é

18 julho 2016

Sei que não é fácil como muitos pensam. É um desfiladeiro sem volta, um abismo que talvez não haja fim. Sei como é se entregar na próxima tentativa e quebrar a cada na parede seguinte. São hematomas internos que não sangram, mas doí, que não faz o corpo tremer de verdade, mas faz a alma ser sacudida por terremotos e barulhos ensurdecedores, apesar do silêncio repousado sobre suas próprias palavras. 

Sei que chegará um momento em que todas as tentativas já terão sido esgotadas, e todas as chances reduzidas ao zero, e todos os sonhos criados no passado serão as páginas em branco do seu presente. Tantas expectativas foram quebradas e levaram a tantas estradas sem saída, como ter a certeza de que tudo será diferente a partir de hoje? Sei que a dúvida também irá corroer um pouquinho da certeza que ainda cresce em meio ao esmagador peso da culpa. Não precisa me contar, eu sei.

Foram tantas quedas até aqui, como não se machucar em nenhuma delas? Como se tornar impenetrável após tantas escolhas erradas? Uma parte de você simplesmente cansou de atirar para qualquer lado e nunca encontrar o alvo certo, não é? 

Aqueles pensamentos se tornaram reais: será que a culpa é minha? Será que não sou capaz, ou bonita o suficiente? São tantas questões impensadas após a presença de lágrimas tão repentinas, você suspira, e parece que nada mais faz sentido, que tudo a levou apenas para a asfixiante solidão. Não estamos destinados a ela, mesmo que seja difícil escorregar por tantos chãos molhados e continuar pensando o contrário, mas acontece. A vida é imprevisível. 

Sei que você continuará tentando, porque tentar é tudo o que resta, tentar é a única chance que temos, a única oportunidade de não esbarrar em portas fechadas, de não parar antes de dar o próximo impulso. Mas eu sei que não é fácil. É correr o risco de não dar certo, de ser deixado para trás quando menos esperar, é esquecer o medo e perceber que ele te encurralou em uma esquina qualquer. É sorrir e no próximo segundo ser conduzida pelas lágrimas.

Você sentirá aqueles pedaços quebrados dentro de você, e será como pisar descalça em cacos de vidros, perfurando a pele, porém é doer sem existir qualquer gota de sangue. 

Mas eu também sei, que apesar de todos os ressentimentos que você tentou perdoar e fracassou, haverá uma força te impulsionando para frente, sem retroceder, sem parar, sem te fazer olhar para trás e esquecer que existe um caminho adiante, mesmo que cheio de buracos, lições, quedas, sei que você é mais forte do que qualquer decepção, mais resistente do que qualquer outra desilusão. E você vai continuar, apenas por você. 

0 comentários:

Postar um comentário