A justiça representada na série ARROW

02 fevereiro 2016

A honestidade abre inúmeras portas para bons caminhos, e independentemente do quanto seja invisível qualquer ato que você faça, o próprio universo irá retribuir cada uma de suas escolhas em prol de algo ainda maior. 

Mas porque eu comecei a escrever sobre honestidade, e o próprio título deste post fala justamente de justiça? Se existe uma experiência que me ensinou o valor da lealdade, da disciplina, as consequências da mentira e a luta por poder, tenho certeza que foi minha escolha em assistir Arrow.


É complexo falar a respeito de todas as reflexões que a série apresenta ao longo do enredo, no entanto são episódios que mostram a luta de um bilionário, sexy e playboy após seu regresso a civilização, enquanto aprendeu a sobreviver em uma ilha quase deserta, fazendo o possível para se manter vivo diante de tantos perigos e armadilhas. 


Mas Oliver Queen não voltou o mesmo. O sacrifício de seu pai feito para que Oliver conseguisse se manter vivo o fez jurar a si mesmo que não deixaria sua morte ser em vão. Ele conseguiu voltar a sua antiga vida após ficar entre a vida e a morte durante os cinco anos que passou na ilha perdida, levando sempre consigo o misterioso caderno que Robert havia entregado, com vários nome de poderosos homens que falharam com a cidade através de suas escolhas. 

Alguns desses nomes conseguiram poder e dinheiro tirando dos pobres, matando pessoas inocentes, levando sofrimento e miséria as famílias de Starling City, e Oliver, vestindo um capuz verde e apontando suas flechas mais afiadas, enfrentando seus maiores medos e sobrevivendo as mentiras que conta para aqueles que mais ama com a intenção de protegê-lo, tenta sobreviver outra vez um perigo ainda maior daquele vivido na ilha. 
(ATÉ A PRÓXIMA)

0 comentários:

Postar um comentário