Deixa eu ser sua história também

11 fevereiro 2016

Talvez a vida seja mesmo incerta, e também não exista nenhum destino esperando por nós na próxima curva, ou no pensamento seguinte, porém isso jamais impediu que as pessoas se tornassem donas da própria liberdade, e merecedoras de suas próprias consequências.

Minha vida sempre se resumiu a fases que nunca imaginei ser capaz de dizer, momentos em que achei que fosse morrer, não por algum problema de saúde, mas porque sempre me senti tão longe de tudo e de todos, sempre afastada, jamais vendo a cor que o cinza consumia.

Foram necessários dezessete anos para finalmente entender que a vida não acontece quando estamos parados, que a magia só começa a existir de verdade quando enfrentamos nossos maiores medos, e então o mundo dá um jeito de interligar os pontos, de cruzar cada uma de nossas escolhas, de conectar os pontos fracos que mais tememos.

É a partir daí que tudo fica claro, e nada mais é tão confuso como antes. Uma hora você está partido, e em outro instante, está inteiro como antes, mas tudo é diferente. Foi assim comigo, superar se tornou minha maior motivação, aprender, e levar cada ensinamento ao mundo, porque o mundo também está perdido.

Contar cada decepção que tive que enfrentar sozinha, traçar uma reta cheia de quedas e tropeços ao longo das minhas maiores escolhas, dizer o quanto as consequências conseguiram mudar meu caráter de um jeito único e especial, afirmar que aprendi a revelar meu lado mais transitório através de certezas que nunca consegui esconder, é uma tarefa bem difícil não impossível.

0 comentários:

Postar um comentário