E quando tudo começou

02 dezembro 2015
"O imprevisto acontece e alguém te encontra. E te reencontra. Te reinventa. Te recomeça. E te faz ver o melhor da vida." 
- Gabito Nunes 

Para ser sincera, é difícil começar do zero. Eu estive tentando encontrar as melhores maneiras de dizer à verdade ao mundo, e por mais que eu tivesse encontrado as definições mais simples e essas palavras formassem o texto mais belo e inspirador de uma escritora, nada chegaria ao topo do que venho sentido quando estamos perto. 

É um turbilhão de sensações que naquela época não compreendi, e me neguei a acreditar que seria o principio de uma história, apesar de ser apenas o capítulo de um pesado livro, páginas que não cabem o indefinido do nosso caso. Aconteceu tão repentinamente, mas a primeira vez que nos entreolhamos, uma parte de mim acusou meu subconsciente por desejá-lo do modo mais insignificante e desleal que alguém poderia desejar um cara que acabará de conhecer. 

Você tocou minha mão em um gesto de cumprimento, e então o mundo se encaixou em uma órbita totalmente serena e lógica, embora meu sistema nervosa tenha refletido a certeza de que nunca o veria outra vez, e até agora, eu me pergunto se quando nos conhecemos já havia a possibilidade de ficarmos juntos nos próximos meses. 

Duvidei do destino inúmeras vezes, no entanto esse tempo todo eu criei a pergunta mais irrespondível que existe, porque você? Há bilhões de lugares para conhecer; pessoas incríveis esperando alguém que as surpreendam; sentimentos únicos esperando para serem plantados, e as vezes, caímos de cabeça em um lugar, ou em alguém, ou em um sentimento como se nossas asas tivessem se partido no meio do voo, e decaímos na incerteza de instantes, e nunca sabemos quais serão realmente eternos. 

Sua presença veio de repente, mas foi a minha recompensa no final do arco-íris. Por uma escolha feita em um momento quase esquecido da sutil vida que tenho, eu te conheci, e saber que por um segundo, eu tive a dolorosa possibilidade de nunca tê-lo conhecido, me machuca do jeito mais egoísta, porque eu não seria o que sou agora, se você não tivesse feito parte de mim durante todos esses meses. 

0 comentários:

Postar um comentário